terça-feira, 27 de agosto de 2013

Envolvido no mensalão do DEM doou R$ 8,2 milhões ao PSDB


José Celso Gontijo. Imagem: Marcopolis
O empresário José Celso Gontijo, um dos financiadores do esquema do mensalão do DEM no DF, foi o terceiro maior colaborador da direção nacional do PSDB nas eleições deste ano, com doações que totalizaram R$ 8,2 milhões. Também ajudou a financiar as campanhas da família Jucá em Roraima.

Os repasses para o PSDB aparecem na prestação de conta do partido no nome de sua mulher, Ana Maria Baeta Gontijo. À Folha, contudo, o empresário afirmou que a colaboração partiu dele mesmo e explicou que usou uma conta corrente que está registrada no CPF de sua mulher.

Os pagamentos são, em tese, legais. Mas a legislação limita a doação feita por pessoa física em até 10% do rendimento pessoal obtido no ano anterior. Isso quer dizer que Gontijo e sua mulher precisam ter recebido em 2009 pelo menos R$ 82 milhões.

Para saber se esse limite foi ultrapassado, Tribunal Superior Eleitoral conta com o apoio da Receita. A doação ilegal pode gerar multa.

Dono da JC Gontijo, o empresário é investigado pela Polícia Federal como uma das fontes que abasteciam o mensalão do DEM.

Ele aparece em uma das filmagens feitas pelo ex-secretário do DF e delator do escândalo, Durval Barbosa, que revelaram o esquema de pagamento de propina a deputados distritais aliados.

O caso levou o ex-governador José Roberto Arruda (ex-DEM) à prisão.

OUTRO LADO

Gontijo disse que decidiu doar para o PSDB porque "achava que estava na hora de entrar outro presidente". Afirmou que optou pelo repasse ao diretório nacional para ficar livre de pedidos dos candidatos e dar opção ao PSDB para distribuir os recursos.

Sobre a doação à campanha da família Jucá, Gontijo disse que doou porque é amigo de Jucá e negou ter interesse comercial em Roraima. "É uma doação oficial que fiz a amigos de mais de 20 anos." Questionado sobre os contratos da Call, respondeu: "Por acaso ela tem contratos lá, mas a licitação foi em Brasília. É 'merreca' [o valor]".

FELIPE SELIGMAN

FERNANDA ODILLA
DE BRASÍLIA
SILVIO NAVARRO
DE SÃO PAULO

Folha de S. Paulo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...