quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Vídeo mostra PMs do RJ jogando gás de pimenta em jornalistas e atacando mulher


Fotografia do ocorrido gerou repercussão nas redes sociais.
Imagem: Reprodução/Facebook
Um policial militar do Batalhão de Choque foi afastado do serviço após ter sido flagrado, em vídeos, jogando gás de pimenta em jornalistas que acompanhavam uma manifestação contra o governador Sérgio Cabral (PMDB) realizada na noite de segunda-feira (20) pelas ruas do centro e no bairro do Catete, zona sul do Rio do Janeiro.



O tema do protesto era "fora Cabral e contra a farsa eleitoral", ato convocado pelo Anonymous e pelo Ocupa Cabral.

O policial afastado fazia parte de um grupo de 12 PMs, todos em motocicletas. Diferente de outros policiais que também atuavam na ação, nenhum desses PMs tinha nome ou qualquer outro tipo de identificação visível.


De acordo com imagens da TV Globo e de outros cinegrafistas que acompanhavam a atuação dos policiais, o grupo do Batalhão de Choque cercou uma mulher, moradora de rua, ao mesmo tempo que tentava impedir que as filmagens fossem feitas. Enquanto formavam um cordão de isolamento e mandavam as pessoas se afastarem, três PMs são flagrados deitando uma mulher no chão.

As pessoas em volta gritam e a filmagem é interrompida durante alguns segundos. Quando o vídeo volta, a mulher está sem roupa e grita pedindo ajuda. Um policial do grupo surge no meio da confusão e, com a aproximação de jornalistas, joga gás de pimenta.

Em nota, a Polícia Militar informou que a Corregedoria abriu sindicância para apurar os fatos. "As imagens estão sendo analisadas pelo Comando da Corporação e, se ficar comprovada a agressão aos jornalistas, o policial será punido. O policial mostrado no vídeo será submetido a atendimento psicológico e ficará afastado de suas funções operacionais enquanto durar o procedimento".

Mario Cesar Carvalho
Folha de S. Paulo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...