quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Governo do DF quer gastar R$ 20 milhões em kits antitumulto para a polícia


Imagem: Reprodução
Usando como principal justificativa a realização da Copa do Mundo de 2014, o Governo do Distrito Federal (GDF) pretende gastar quase R$ 20 milhões com a aquisição de equipamentos para as polícias Militar (PMDF) e Civil (PCDF). As licitações devem ser abertas ainda este ano. A compra de kits antitumultos para a PM, estimada em mais de R$ 11 milhões, está marcada para pregão eletrônico em 21 de novembro. Já a aquisição de um helicóptero para a PCDF, avaliado em R$ 7,9 milhões, será por meio de concorrência internacional a ser aberta em 17 de dezembro.

Dentro do plano estratégico da PMDF para a Copa, os kits antitumultos estão relacionados diretamente às manifestações populares que varreram o país durante a Copa das Confederações, em junho deste ano (veja Memória). Na justificativa do edital, a polícia alega que, nos confrontos na capital federal, os manifestantes usaram materiais como pedaços de pau, estruturas metálicas, placas de metal, pedras, garrafas e rojões para ferir policiais, que não estavam devidamente protegidos. Segundo trecho do texto, os equipamentos de proteção atuais “não guardam reserva de segurança contra todos os tipos de objeto”, tornando-se necessário um reaparelhamento urgente.

“Nossos policiais são bem preparados, mas não estavam bem protegidos. Precisamos nos precaver, já que Brasília estará no centro das atenções no ano que vem, por ser capital do país e por sediar sete jogos da Copa do Mundo. Esse é um gasto preventivo totalmente justificável”, diz uma fonte no alto escalão da PMDF, que preferiu não ser identificada. Entre os materiais pedidos, estão coletes dorsais, proteções de membros superiores (braços, antebraços e cotovelos), proteções de virilhas e de membros inferiores (coxas, joelhos, pernas e peitos dos pés), além de capacetes, escudos com bastões e bolsas de transporte. No total, o edital prevê a compra de 32 mil itens, cujo preço médio foi definido após pesquisa com sete empresas de segurança. A expectativa da PM é de que todos os trâmites burocráticos tenham sido cumpridos a tempo de o material ser entregue antes da Copa, que acontece entre junho e julho. 

Almiro Marcos e Gabriella Furquim
Correio Braziliense
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...