segunda-feira, 28 de abril de 2014

População se revolta e expulsa MST de terreno em Florianópolis; veja o vídeo


Imagem: Reprodução
Pedras e paus de um lado, tiros de borracha, bombas de gás lacrimogêneo e spray de pimenta do outro. Anunciada desde domingo, a batalha envolvendo integrantes da Ocupação Amarildo e os moradores do Rio Vermelho, revoltados com invasão de novo terreno, acabou se transformando em um confronto da Polícia Militar com a comunidade do bairro.


Inconformados desde o fim de semana com a invasão do terreno na SC-406, os moradores entraram em clima de guerra contra o movimento.

As ameaças e os insultos terminaram com cenas de violência por volta das 16h desta segunda-feira na rodovia, que foi bloqueada pelo tumulto entre PMs e moradores.

Entre os moradores, quem assumiu a liderança para evitar o conflito foi o empresário Edson Coelho, 39 anos. Depois de negociar com os policiais, levou a notícia de que a ocupação iria sair do Rio Vermelho. Ele seria responsável por conter os ânimos daqueles moradores que queriam o linchamento dos invasores.

— Não é fácil conter todo mundo. A comunidade não quer eles aqui criando mais uma favela — disse Edson.

Depois da notícia da saída da ocupação, os moradores ainda esperaram por mais uma hora até que os ônibus chegassem para levar a indesejada vizinhança. A impaciência foi mais rápida que a ação da polícia, e o conflito se consolidou depois de quase uma hora de apreensão.

Diário Catarinense
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...