quarta-feira, 14 de maio de 2014

Governo do Acre distribui apito contra violência e vira alvo de chacota


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Uma medida de segurança adotada pelo governo do Acre virou alvo de chacota nas redes sociais nos últimos dias.

Na sexta-feira (9), cerca de 4.000 apitos começaram a ser distribuídos em dois bairros de Rio Branco como parte do programa Vizinhança Solidária, cujo objetivo é ajudar a prevenir roubos e furtos em residências.

Além dos apitos, nas cores verde e amarela, o kit contém um livreto com dicas de segurança, um adesivo para ser afixado do lado externo do imóvel e um ímã com o telefone da Polícia Militar. "É tipo um informativo de disque-pizza para colocar na geladeira", descreveu o secretário de Segurança do Acre, Reni Graebner.

Leia também: 

O projeto foi implantado pela Secretaria de Segurança Pública há um ano, mas os "apitos antiassalto", como foram apelidados pela população, têm gerado polêmica. Segundo o secretário, eles servem como medida preventiva, para alertar a vizinhança sobre a presença de pessoas estranhas.

Questionado pela reportagem se não poderão cair nas mãos das crianças em plena Copa do Mundo e gerar uma onda de ligações falsas para a polícia, ele defendeu os apitos. "Não tem problema se a criança usar. É bom porque se for um alerta a polícia vai estar sempre presente", disse.

Segundo a secretaria, o programa reduziu em 30% os casos de violência em algumas regiões de Rio Branco. Mas a própria pasta informou que, até o dia 12 de maio deste ano, 85 pessoas foram vítimas de homicídio no Estado, mais do que os 75 casos do mesmo período de 2013.

Nesta terça-feira, foi colocado um boneco vestido de policial militar com um apito no pescoço em frente ao prédio da Aleac (Assembleia Legislativa do Acre).

Luciano Tavares
Folha de S. Paulo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...