domingo, 17 de agosto de 2014

Pimentel (PT) alia-se a Newton Cardoso, suspeito de corrupção; veja vídeo


Imagem: Reprodução/Youtube
A campanha em Minas Gerais não começou nada bem para o candidato Fernando Pimentel, do PT. O motivo foi o apoio do ex-governador Newton Cardoso, causando polêmica em discussões políticas do estado. 

Nas eleições em Minas Gerais, o apoio de Newton já foi usado outras vezes como fator negativo. Em 2010, um vídeo de apoio de Newton ao então candidato Helio Costa, PMDB, foi divulgado e o apoio bastante criticado (acesse clicando aqui).

Newton Cardoso foi três vezes prefeito de Contagem e Governador de Minas de 1987 a 1991, tendo entrado para o folclore político mineiro por seu estilo feroz com os opositores, sendo atacado por diversas denúncias de corrupção e a fama, propagada tanto por boatos quanto por acusações e condenações formais, de ter conquistado patrimônio bilionário. Além de condenado por fraude em 2008 (com apelação em andamento), Newton Cardoso também é suspeito de corrupção, peculato, falsidade ideológica, sonegação de contribuição previdenciária (neste, com inquérito arquivado) e de dificultar a fiscalização de órgão público, conforme relata o portal Conjur.

Veja também:
Candidato petista ao Governo de Minas entra na Justiça para censurar vídeo no Facebook; veja o vídeo em questão
Candidato do PT ao governo de MG omite Dilma e Lula no jingle oficial de campanha

Agora, ao contrário de outras ocasiões, em que o ex-governador declarava apoio, o registro ficou sendo do então candidato Fernando Pimentel, em um churrasco de aniversário de Newton Cardoso, dando um depoimento e declarando que "juntos irão transformar Minas Gerais". O evento foi considerado uma forma de submissão de Pimentel a Newton, em troca do apoio do controverso peemedebista. Veja o vídeo:


Mário Castro
Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...