domingo, 1 de fevereiro de 2015

Jordânia avisa Estado Islâmico: 'Matem o nosso piloto e matamos todos os vossos prisioneiros'


Imagem: Reprodução
O governo da Jordânia respondeu à letra aos extremistas do Estado Islâmico, garantindo-lhes que se matarem o piloto que têm sob custódia, todos os prisioneiros jihadistas serão mortos em resposta.

O Estado Islâmico tem sob custódia um piloto jordaniano e ameaça executá-lo se a Jordânia não libertar o jihadista Sajida al-Rishawi. Contudo, o governo jordaniano não cede a ameaças e já avisou que irá retaliar caso tirem a vida a Muath al-Kaseasbeh.

«Matem o nosso piloto e nós iremos executar todos os vossos prisioneiros». Terá sido esta a mensagem que o governo jordaniano enviou ao Estado Islâmico segundo o correspondente internacional do jornal Al Rai que foi entrevistado pelo Daily Mail.

Leia também: 
Após perder batalhas, Estado Islâmico mata seus combatentes

«O governo avisou que se eles matarem o piloto serão implementadas sentenças de morte a Sajida al-Rishawi e a outros prisioneiros do ISIS o mais depressa possível», explicou o correspondente Elijah Magnier.

O piloto Muath al-Kaseasbeh foi capturado pelos jihadistas em dezembro depois do avião que pilotava se ter despenhado em Raqqa, na Síria.

Os extremistas ameaçam matar o refém se o governo da Jordânia não libertar Sajida al-Rishawi, um membro do Estado Islâmico. 

Veja também: 




Diário Digital
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...