terça-feira, 31 de maio de 2016

Alexandre Frota explode após ex-ministra de Dilma acusá-lo de estupro; veja vídeo

Imagem: Montagem / Política na Rede
Eleonora Menicucci, ex-secretária especial de Políticas para as Mulheres no governo Dilma, atacou o ativista Alexandre Frota, mencionando uma anedota que ele contou em um programa humorístico como se fosse um fato real. Indignado, Frota gravou um vídeo para responder à ex-secretária.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Em áudio gravado por Machado, Renan Calheiros diz que Dilma é corrupta; escute

Imagem: Montagem / Política na Rede
O site Spotniks afirma que a Folha de S. Paulo resolveu "se fazer de surda" e evitou publicar que Renan Calheiros chamou Dilma de "corrupta" nos diálogos que publicou. Em post no Facebook, o site cita que a Folha publicou "E a mulher é [inaudível]". Mas comenta: "Só que não tem nada inaudível aí. É bem claro o que o Renan diz. Ele fala: 'E a mulher é corrupta'".

terça-feira, 24 de maio de 2016

Alexandre Frota faz chacota de Jean Wyllys após ele ser condenado a pagar R$40 mil por ofensa a procuradora: 'Vai dizer que foi golpe?'; veja

Imagem: Montagem / Política na Rede
O deputado Jean Wyllys foi condenado a pagar uma indenização de R$ 40 mil à ativista Bia Kicis, por uma postagem na internet. Alexandre Frota gravou um vídeo fazendo chacota do deputado e pergunta: "É golpe?"

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Jornalista da Jovem Pan desmonta farsa de vídeo publicado por Dilma com 'mulher das 10 horas de barco'; veja

Imagem: Montagem / Política na Rede
O programa RadioAtividade, da Jovem Pan, desmontou a farsa de um vídeo publicado por Dilma no Facebook, com uma mulher que dizia ter viajado 10 horas de barco para agradecer a Dilma por tudo o que ela teria feito por sua região. 

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Alexandre Frota 'chuta o balde' e manda recado para Wagner Moura: 'Você é o fanfarrão, seu m***!'; veja

Imagem: Montagem / Política na Rede
Alexandre Frota, em vídeo sobre a extinção do Ministério da Cultura, mandou um recado direto para o ator Wagner Moura. Frota disse que Moura deveria ter vergonha na cara e pensar nos milhões de brasileiros que estão passando necessidade no País. 

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Pedido de inquérito contra Dilma envolve presidente do STJ

Imagem: Luiz Silveira/Agência CNJ
O pedido feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar a presidente da República afastada, Dilma Rousseff, por supostamente tentar obstruir o andamento da Operação Lava Jato também envolve membros do Poder Judiciário.

Alexandre Frota vai à Prefeitura de SP e exige que Haddad demita mulher que defecou em foto de Bolsonaro; veja

Imagem: Montagem / Política na Rede
O ator e ativista Alexandre Frota entregou uma notificação extrajudicial ao prefeito Fernando Haddad cobrando da prefeitura uma posição sobre a funcionária que participou de uma manifestação em que militantes cuspiam e vomitavam em fotos de políticos. A funcionária da prefeitura Priscila Toscano foi além e defecou em uma foto do deputado Jair Bolsonaro, em uma via pública. 

sábado, 14 de maio de 2016

Tico Santa Cruz usa informação falsa para atacar o juiz Sergio Moro e vira alvo de chacota por internautas; veja

Imagem: Montagem/Política na Rede
O músico Tico Santa Cruz virou alvo de chacota nas redes sociais por espalhar uma screenshot - supostamente do jornal O Globo - que, contrariando notícias dos principais meios de comunicação do país, afirmava que o juiz Sergio Moro pedia "tolerância" para com a corrupção sistêmica no país. 

terça-feira, 10 de maio de 2016

Ônibus 'arrebenta' bloqueio do MST no Paraná e vídeo faz sucesso na web; veja

Imagem: Reprodução / Youtube
Em Laranjeiras do Sul, Paraná, o MST fez um bloqueio logo após a saída de um pedágio, segundo informa a jornalista Joice Hasselmann. Um ônibus, saindo do pedágio, disparou em direção aos militantes e "arrebentou" o bloqueio, deslocando vários carros. O vídeo imediatamente viralizou nas redes sociais. Até o momento, não há mais informações sobre o caso.

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Janaína Paschoal se revolta e promete resposta a Maranhão: 'Não vamos permitir este golpe!'; veja

Imagem: Reprodução / JP
Em entrevista concedida à rádio Jovem Pan, a professora doutora Janaína Conceição Paschoal, autora do pedido de impeachment, comenta a decisão do presidente interino da Câmara dos Deputados, que anulou a votação do impeachment. 

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Site mostrando os 'podres' da relação do PT com 'Dilma Bolada' causa alvoroço na web; veja

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Após a delação premiada de Danielle Fonteles, dona da agência Pepper Interativa, comprometer a rede de blogueiros que defendem a presidente e, em particular, Jefferson Monteiro, o criador da "Dilma Bolada", um site propõe o impeachment da personagem. 

O site DilmaBolada.com.br traz seis argumentos como base para o pedido de "impeachment" e apresenta as "perguntas finais". Em seguida, traz argumentos da direita e da esquerda e permite que o internauta apresente seus próprios argumentos - e mostra uma lista de argumentos já proferidos. Por fim, convida o internauta a participar da votação. 

Guerra no STF: Tentativa de golpe contra impeachment agita ministros

Imagem: Reprodução / TV Justiça
Eliane Cantanhede, colunista do jornal O Estado de S. Paulo, denuncia um "golpe" que estava sendo articulado no STF para anular o processo de impeachment da presidente Dilma no Congresso. Segundo a jornalista, o afastamento de Eduardo Cunha teve o intuito de impedir esse golpe. Lewandowski e Marco Aurélio decidiram pôr em votação hoje uma ação da Rede de Sustentabilidade que pedia a anulação de todos os atos de Cunha, o que, se aceito, "enterraria" o impeachment. Com o afastamento, segundo Cantanhede, a ação da Rede perderia seu objeto e o impeachment pode prosseguir. Ainda segundo a colunista, "a sessão de hoje à tarde deve ser num nível máximo de tensão". 

Leia o texto com a denúncia de Cantanhede: 

A decisão do ministro Teori Zavascki de afastar o deputado Eduardo Cunha foi amadurecida durante a madrugada e teve o objetivo de desativar uma bomba preparada pelos ministros Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio Mello que, segundo análises de juristas, poderia implodir o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e a posse do vice Michel Temer.
Lewandowski e Mello puseram em votação hoje à tarde a ADPF (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental), de autoria da Rede de Sustentabilidade, que, além de pedir o afastamento de Eduardo Cunha, determinava simultaneamente, segundo interpretação de outros ministros, a anulação de todos os seus atos no cargo – e, por conseguinte, o acatamento do pedido de impeachment de Dilma.

Leia também:
Assista ao vivo ao julgamento de Eduardo Cunha no STF
STF julga nesta quinta pedido para afastar Cunha da presidência da Câmara 
Zavascki se irritou e outros ministros estranharam que Mello tenha aceitado relatar a ADPF da Rede, quando o natural seria que a enviasse para ele, que relata o caso Cunha desde dezembro. E as suspeitas pioraram quando Mello acertou com o presidente Lewandowski para suspender toda a pauta de hoje no plenário para se concentrar nessa ação.
Ao perceberem a manobra – ou “golpe”, segundo um deles – , ministros do Supremo se mobilizaram para neutralizar a aprovação da ADPF hoje à tarde pelo plenário. Decidindo o afastamento de Cunha com base no processo aberto pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot, Zavascki esvazia horas antes a ação da Rede, que deixa de ter um “objeto”. Se Cunha não é mais deputado, não há como julgá-lo como tal.
O fato é que, com a proximidade do impeachment de Dilma, os nervos estão à flor da pele e o próprio Supremo está em pé de guerra. A sessão de hoje à tarde deve ser num nível máximo de tensão. Marco Aurélio Mello disse que “é preciso analisar” se o seu relatório sobre a ação da Rede está ou não prejudicado e tentou até brincar, dizendo do que Zavaski “poupou metade do seu trabalho”.

Veja também: 







Política na Rede 

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Lindberg Farias vira alvo de chacota após ser humilhado no Senado; veja vídeo

Imagem: Reprodução
Após um episódio ocorrido na comissão do impeachment, em que o senador Ricardo Ferraço mandou o senador Lindberg Farias "sentar e ouvir quietinho", Farias tornou-se alvo de chacota nas redes sociais. Em um vídeo que circula nas redes, o senador Ferraço é alçado ao status de "mito". 


Senadora comunista tenta desqualificar procurador do MP e acaba desmascarada

Imagem: Montagem / Política na Rede
Em sessão da comissão do impeachment do Senado, a senadora Vanessa Grazziotin tentou desqualificar o procurador Júlio Marcelo de Oliveira, acusando-o de agir por motivos partidários. Grazziotin afirmou que Oliveira se manifestava publicamente a favor do impeachment em redes sociais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...