quarta-feira, 26 de julho de 2017

Tribunal derruba decisão que suspendia alta do combustível


Imagem: Nilton Fukuda / Estadão
O Tribunal Regional Federal da 1.ª Região derrubou nesta quarta-feira, 26, a suspensão do Decreto 9.101/2017, do Governo Michel Temer, que ampliou impostos sobre combustíveis. A decisão do presidente da Corte federal, desembargador Hilton José Gomes de Queiroz, restabelece as alíquotas previstas no decreto e atende recurso da Advocacia-Geral da União.



A suspensão do aumento dos combustíveis havia sido ordenada na terça-feira, 25, pelo juiz Renato Borelli, da 20.ª Vara Federal, em Brasília, em ação popular. Borelli chegou a impor sanção diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento de sua decisão à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A ação popular foi ajuizada pelo advogado Carlos Alexandre Klomfahs para ‘suspender, liminarmente, os efeitos do Decreto nº 9.101, de 20 de julho de 2017, que aumentaram as alíquotas da contribuição para o PIS/PASEP e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social – COFINS, incidentes sobre a importação e a comercialização de gasolina, óleo diesel, gás liquefeito de petróleo (GLP), querosene de aviação e álcool’. O autor alegou ‘infringência ao princípio da legalidade tributária’.

Leia também: 

Lula se recusa a depor por videoconferência e faz exigências para audiência com Moro
Homem que ameaçou estuprar e matar família de Alexandre Frota em resposta a posicionamentos contra o PT é localizado pela polícia
Bolsonaro faz grave denúncia sobre plano de fraude no TSE para sabotar eleições de 2018; veja vídeo
Jornalista pisoteia Lula: 'o maior algoz do país, é a eterna vítima para milhões de alienados'
'Em 11 anos, Lula multiplicou seu dinheiro por 19 e virou milionário', aponta jornalista ao explicar como Lula faturou rios de dinheiro
'Lula deve morrer de inveja desse Maduro', diz Roberto Jefferson após Maduro mandar prender três ministros do Tribunal Superior de Justiça
Roger, do Ultraje, reage após João Gordo dizer que irá 'amordaçá-lo e jogá-lo com um peso no Tietê' por suas posições políticas

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...