quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Delação de ex-governador do Mato Grosso é “monstruosa”, diz ministro do STF


Imagem: Wikimedia Commons
O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse na tarde desta quarta-feira, 2, que ainda não homologou a delação premiada do ex-governador do Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB), mas adiantou que ela é “monstruosa”.



“Essa é monstruosa, depois da Lava Jato é a maior operação. Silval trouxe material, mas não foi homologada ainda”, disse o ministro a jornalistas, ao chegar para a sessão plenária do STF desta quarta-feira.

Leia também: 

Às vésperas da votação, Lula reiterou que torcia pelo 'fica Temer'
Senado instala CPI do BNDES para investigar empréstimos do banco
Nova operação da Lava Jato prende secretário de Eduardo Paes no Rio
'Nem banho de sol em presídio tem tanto ladrão quanto no Congresso Nacional, tanta figura bizarra!', critica José Simão
Janot pede a inclusão de Temer, Padilha e Moreira Franco no inquérito do ‘quadrilhão’ do PMDB


Procurada pela reportagem, a defesa do ex-governador informou que não iria comentar.

Silval Barbosa foi governador do Mato Grosso entre 2010 e 2014. Foi preso sob a acusação de liderar esquema de recebimento de propina em troca da concessão de incentivos fiscais.

Em junho deste ano, a juíza Selma Santos Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, autorizou a transferência do ex-governador do regime fechado para a prisão domiciliar.

A decisão foi proferida no âmbito da Operação Sodoma e levou em conta o fato de Barbosa ter confessado uma série de crimes e disponibilizado para a Justiça mais de R$ 40 milhões em bens.


Veja também:





Rafael Moraes Moura e Breno Pires
Exame
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...