segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Moro condena Duque e impõe multa de R$ 115 milhões


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Já condenado a 40 anos de reclusão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o ex-diretor da Petrobras Renato Duque recebeu nova sentença nesta segunda (21).



O juiz Sergio Moro condenou Duque a mais dez anos de cadeia por corrupção ativa e lavagem de dinheiro em contratos da Petrobras com a Andrade Gutierrez.  

Leia também:  

Bolsonaro é o político mais presente na internet, segundo várias pesquisas
Gilmar Mendes é vaiado em evento sobre a reforma política: 'Vergonha!'
Suspeito que Gilmar libertou guardava R$ 2,4 milhões em espécie em casa
Diretores de Instituto Federal são afastados após permitir que a instituição fosse 'tomada' pelo MST
Moro diz que financiamento público integral de campanhas impede renovação política


O magistrado, entretanto, permitiu a progressão de regime após o cumprimento de 5 anos em regime fechado. Isso porque Duque colaborou com a Justiça.

O ex-diretor da Petrobras terá também de ressarcir a empreiteira em R$ 115,9 milhões pelos desvios em contratos ilícitos. 

Na mesma ação penal, Moro condenou os ex-executivos da Andrade Gutierrez Antônio Pedro Campello de Souza Dias, Elton Negrão de Azevedo Júnior, Flávio Gomes Machado Filho, Paulo Roberto Dalmazzo por corrupção ativa.


Veja também:




Ernesto Neves
Veja

Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...