quinta-feira, 17 de agosto de 2017

OAB pede no Supremo que Maia tire impeachment da gaveta


Imagem: Dida Sampaio / Estadão
O presidente da OAB Nacional, Cláudio Lamachia, entrou com um Mandado de Segurança contra o presidente da Câmara Rodrigo Maia, no Supremo Tribunal Federal em razão da demora de quase três meses e meio para dar seguimento ao processo de impeachment na Casa.



O pedido foi protocolado pelo presidente da OAB Nacional, Cláudio Lamachia, no dia 25 de maio e permanece até hoje engavetado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia. O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes chegou a pedir explicações ao parlamentar sobre a suposta demora.

Leia também: 

Falta de trabalho atinge 26,3 milhões no 2º trimestre, diz IBGE
Procuradores da Lava Jato acusam Gilmar Mendes e Toffoli de casuísmo e de favorecer a impunidade
Tribunal rejeita mais um recurso e diz que Moro tem autoridade para barrar celular em audiência
Justiça manda herdeira que prometeu R$ 500 mil a Lula pagar dívida antes
Fábio Assunção proíbe filho de atuar em filme de Danilo Gentili e o chama de 'mau exemplo'
Câmara adia votação da PEC da reforma política
Relator recua e retira doação oculta do texto da reforma política


O argumento central do pedido de impeachment da OAB é o conteúdo da conversa gravada pelo executivo Joesley Batista, da JBS, com Temer na noite de 7 de março no Palácio do Jaburu.

O diálogo mostra que o presidente ouviu uma sucessão de crimes narrados por seu interlocutor – Joesley falou no mensalinho de R$ 50 mil para o procurador da República Ângelo Goulart e na mesada milionária para o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.

Veja também: 






Luiz Vassallo, Fausto Macedo e Julia Affonso
O Estado de S. Paulo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...