quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Presidente do Conselho de Ética do Senado abre processo contra Lindbergh


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Dois dias depois do plenário do Conselho de Ética arquivar o pedido de abertura de processo por quebra de decoro parlamentar contra as senadoras que ocuparam a Mesa do Senado, o presidente do órgão, senador João Alberto de Souza (PMDB-MA), acolheu nesta quinta-feira um outro pedido de abertura de processo disciplinar, desta vez contra o senador Lindbergh Farias (PT-RJ). O senador José Medeiros (PSD-MT) é o autor da ação contra o senador petista e também da ação contra as senadoras que ocuparam a Mesa.



Na última terça-feira João Alberto foi acuado por Lindbergh que partiu para cima dele, aos gritos e bradando a mão na direção do seu rosto, impedindo que prosseguisse a sessão de julgamento da ação de autoria do senador José Medeiros (PSD-MT), contra as senadoras Fátima Bezerra (PT-RN), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Regina Sousa (PT-PI), Lídice da Mata (PSB-BA) e Ângela Portela (PDT-RR).

Veja: 




Durante a sessão de julgamento, quando João Alberto anunciou que sortearia o relator, Lindbergh, muito exaltado, irrompeu para cima de João Alberto e, a alguns centímetros do seu rosto, gesticulando muito gritou que não aceitaria que a sessão continuasse.

— O senhor não tem autoridade para continuar isso! — gritou Lindbergh.

Sentado ao lado de João Alberto, encolhido na cadeira sem dar um pio, o senador Sérgio Petecão (PSD-AC) se levantou e enfrentou Lindbergh.

Leia também: 

Polícia Federal pede suspensão de policiais legislativos que removeram escutas no Senado
Temer se assusta e dá risada ao ser vaiado e xingado em evento de comércio exterior; assista ao vídeo
Comissão confirma R$ 3,6 bilhões para os partidos torrarem em campanhas
Marta comemorou em festa com Joesley idade que a livrou da Lava Jato
Acompanhe ao vivo a sessão que decide se contribuintes terão que dar bilhões aos partidos
STJ nega mais um pedido de Lula para declarar suspeição do juiz Sérgio Moro
STF rejeita incluir aumento em proposta orçamentária de 2018
Chefes do Ministério Público desafiam Gilmar a provar o que diz

Cármen Lúcia nega pedido de Aécio para inquérito ser redistribuído para Gilma

— Não bata nele não! Toca nele para ver. Se não respeita os colegas, respeite a idade dele, moleque! — contra-atacou Petecão.

Sem se acalmar, os dois ficaram trocando insultos, a centímetros de se pegarem.

— Você é corajoso né? Mas só para cima de mulher. Não vou permitir que isso aconteça. É uma palhaçada! — continuava gritando Lindbergh, que só se acalmou depois de puxado pelo senador Humberto Costa (PT-PE).

Depois do bate-boca o plenário do Conselho aprovou requerimento de Humberto Costa pedindo o arquivamento do caso contra as senadoras mulheres.

A nova ação protocolada ontem por José Medeiros e admitida hoje por João Alberto , segundo o presidente, se sustenta por indícios de quebra de decoro e o próximo passo é nomear um relator.


Veja também:





Maria Lima
O Globo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...