domingo, 10 de setembro de 2017

PF não prendeu Joesley e Ricardo Saud porque não sabe onde eles estão


A PF está em frente à casa do empresário em São Paulo
Imagem: Reprodução / Redes Sociais
As negociações em torno da prisão dos delatores Joesley Batista e Ricardo Saud só ocorrem porque a Polícia Federal ainda não sabe onde os dois estão. Segundo fontes da PF, a partir do momento em que eles forem localizados serão presos. Nas palavras de um delegado, ninguém espere que eles embarquem numa aeronave particular com o consentimento da PF. “Não tem a menor hipótese disso. Se eles forem localizados, serão presos. Não vamos deixa-los embarcar se soubermos onde estão”, esclareceu.
Quer saber o que está acontecendo de mais importante na política brasileira em tempo real? Clique aqui!



O ministro Edson Fachin, do Supremo, autorizou a prisão dos dois executivos a pedido do procurador-geral, Rodrigo Janot. Eles são acusados de omitir crimes em suas delações premiadas. Desde que o pedido de prisão foi tornado público, a defesa negocia com a PF a entrega dos seus clientes. A Coluna apurou que eles querem se entregar em Brasília.

Leia também: 

Advogado de Joesley flagrado com Janot trabalhou para Lula e Dilma em ação para censurar vídeo na Folha Política
Fachin tira o sigilo do processo de Joesley e suspende todos os benefícios da delação
Em pedido de prisão, Janot solicitou suspensão de benefícios de delatores
Odebrecht entrega chave de acesso a notebook de Marcelo
Com prisão decretada, Joesley e Saud estão dispostos a se entregar à PF
Após decisão de Fachin, prisão de Joesley e Saud deve ocorrer ao longo do domingo ou, no máximo, até segunda-feira
Janot é flagrado com advogado de Joesley em bar
URGENTE: Fachin acata pedido de prisão de Joesley e Saud
Fachin envia denúncia contra Lula e Dilma à 1ª instância
'Chega de omissão. Prisão para os líderes do MST já!', afirma delegado após militantes fazerem ataque em pleno 7 de setembro
Bolsonaro faz grave denúncia e apresenta vídeo de fundador do PT defendendo o fuzilamento do povo brasileiro; veja vídeo

Ex-procurador também quer ser ouvido por Fachin

Veja também:




 
 

Andreza Matais

O Estado de S. Paulo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...