terça-feira, 26 de setembro de 2017

Recibos apresentados pela defesa de Lula têm datas falsas


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva encaminhou nesta segunda-feira (25) ao juiz Sergio Moro a cópia do contrato de aluguel e 26 recibos para comprovar pagamento de aluguel do duplex vizinho ao de Lula na cidade de São Bernardo do Campo – SP.


De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Lula não pagou licitamente pela locação do imóvel, que teria sido comprado por Glaucos Costamarques – primo de José Carlos Bumlai, pecuarista amigo de Lula e condenado na Lava Jato – e quitado com dinheiro de propina da Odebrecht.

Leia também: 

Os documentos apresentados pela defesa de Lula apresentam problemas: não possuem qualquer autenticação – o que torna impossível comprovar que foram realmente lavrados à época da suposta locação – e definem que os pagamentos foram feitos “em moeda corrente”, ou seja, em dinheiro vivo, o que dificulta a comprovação dos pagamentos. Além disso, dois dos recibos mencionam como vencimento do aluguel mensal datas falsas: 31 de junho de 2014 e 31 de novembro de 2015. Ambos os meses possuem apenas 30 dias.


A apresentação dos documentos pode complicar a defesa de Lula, reforçando a tese do MPF de que não houve pagamento lícito de aluguel pelo duplex, mas sim a compra ilícita do imóvel utilizando propina recebida por Lula da Odebrecht.



Veja também:




Marcelo Faria
Ilisp 
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...