quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Gilmar Mendes convoca Ministério da Defesa para monitorar redes sociais durante eleições


Imagem: Marcelo Camargo / ABr
O Tribunal Superior Eleitoral convocou o Ministério da Defesa e as Forças Armadas para monitorar redes sociais em busca de notícias falsas durante as eleições de 2018. A parceria foi firmada nesta quarta-feira (25/10) pelo presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, e o ministro da Justiça, Torquato Jardim.



Acompanhe a votação da segunda denúncia contra Temer: 


“Precisamos realmente acompanhar essa nova realidade”, disse Gilmar, depois de reunião com os representantes do governo, nesta quarta. Ele se refere ao que se convencionou chamar de fake news, notícias sabidamente falsas divulgadas com interesses comerciais ou eleitorais — ou ambos. Ficaram famosas durante as eleições presidenciais americanas de 2016, quando empresas começaram a disseminar informações falsas sobre a candidata democrata, Hillary Clinton, para favorecer o republicano Donald Trump, eleito presidente. Gilmar também citou o caso francês, do site Macron Leaks, que divulgou boatos sobre o atual presidente do país, Emmanuel Macron, durante a campanha.

O noticiário e as eleições são tema de constante discussão no Brasil — a exemplo do livro Direito Eleitoral e Liberdade de Expressão, da professora Aline Osório. O último episódio foi a reforma eleitoral aprovada pelo Congresso, que previa a retirada de conteúdo do ar mesmo sem ordem judicial. O trecho foi vetado pelo presidente Michel Temer.

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...