quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Presidente da OAB de Osasco é presa ao receber propina de vereador


Imagem: Reprodução / TV Globo
A presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Osasco, na Grande São Paulo, foi presa em flagrante na noite desta terça-feira (24), em São Roque, no interior do estado, recebendo propina do presidente da Câmara dos Vereadores da cidade.



A advogada Libania Aparecida da Silva e o marido dela, Carlos Gomes, exigiam dinheiro para não fazer denúncias contra Elissandro Lindoso, do PSDB, no Ministério Público.

Leia também: 

A prisão foi feita em flagrante na noite desta terça, após o três saírem de um restaurante onde foi feito o pagamento de mais uma parcela da propina. Esta seria a última parcela de uma propina de R$12 mil. O presidente da Câmara disse que começou a ser extorquido há um mês e meio.

O acordo também envolvia dois cargos comissionados para que a advogada parasse de fazer denúncias.

“Nosso prédio da Câmara não tem AVCB, não tem habite-se, acabei achando um prédio do lado, loquei, fui representado por desperdício de dinheiro público”, disse o vereador Elissandro.

Ao ser presa, a advogada negou que o dinheiro fosse propina, e alegou que eram o pagamento de honorários. Na delegacia, a versão mudou. “Meu marido e o outro rapaz saíram e foram pra fora pra conversar e eu fui no banheiro, porque ele pediu a conta. Ele pediu a conta, eu voltei ele disse que achou dinheiro dentro da minha bolsa. A menina pediu a minha bolsa e eu dei. Tem um envelope com dinheiro”.

Sobre o aluguel do prédio da Câmara, o vereador Elissandro Lindoso disse que o prédio representa economia para os cofres públicos e que já está em uso. A OAB de Osasco falou que não vai se manifestar. A presidente da OAB e o marido dela estão agora em Sorocaba, numa audiência de custódia.

Veja também:







Bruno Tavares
G1
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...