sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Suíça autoriza repatriação de R$ 70 milhões confiscados de ex-marqueteiro de Lula e Dilma


Imagem: Henry Milleo / Gazeta do Povo
As autoridades suíças autorizaram a transferência para o Brasil de US$ 21.853.594,55. O valor é fruto de movimentações financeiras no exterior controladas pelo ex-marqueteiro do PT, João Santana. A repatriação é relativa ao pedido de cooperação enviado à Suíça no âmbito da Operação Lava Jato de Curitiba e diz respeito à delação premiada de Santana.



O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, relator da Lava Jato, autorizou a conversão em moeda nacional e o depósito em conta judicial junto à Caixa Econômica Federal no montante líquido de R$ 71.373.932,78.

Leia também: 

O Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI), órgão ligado à Secretaria Nacional de Justiça, do Ministério da Justiça, enviou o pedido à Autoridade Central da Suíça em 24 de julho de 2017, tendo por base solicitação da Secretaria de Cooperação Internacional da Procuradoria-Geral da República (PGR). O pedido visava a liquidação dos investimentos e repatriação dos valores depositados em contas bancárias em nome da offshore Shelbill Finance.

Os marqueteiros João Santana e Monica Moura foram condenados em junho deste ano pelo juiz federal Sergio Moro a 7 anos e 6 meses de reclusão pelo crime de lavagem de dinheiro em ação decorrente de investigações da Lava Jato. Eles foram absolvidos do crime de corrupção. À época, foi a segunda condenação do casal na Lava Jato.

Veja também: 







Bárbara Lobato

Gazeta do Povo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...