quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Apenas 8% dos brasileiros acham que 'eleição sem Lula é fraude'; maioria acredita que o julgamento será justo


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
A maioria dos brasileiros acredita que o ex-presidente Lula terá um julgamento justo, nesta quarta-feira, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), segundo mostra pesquisa inédita realizada pelo instituto Ideia Big Data na terça e segunda-feira. Entre os 2.002 entrevistados, de 39 cidades do país, 56% responderam acreditar que o TRF-4 fará uma apreciação justa do recurso de Lula contra sua condenação em primeira instância no caso do tríplex no Guarujá. Um terço (33%) dos pesquisados disse não saber responder e 11% duvidaram da isenção do tribunal.




Os entrevistados foram ouvidos pelo Ideia Big Data por telefone. Eles moram nas 27 capitais estaduais, incluindo Brasília, e em outros 12 grandes centros urbanos. A metodologia da pesquisa seguiu a distribuição populacional do país medida pelo IBGE ao fazer o recorte geográfico, e tem margem de erro de 2,35%. Para o fundador do Ideia Big Data, Maurício Moura, este número reflete a credibilidade que a Lava-Jato acumulou junto à opinião pública nos últimos anos.

Acompanhe ao vivo o julgamento de Lula: 



— Não existe a percepção na população de que exista um processo injusto. E o apoio à Lava-Jato transcende, ele existe mesmo entre eleitores dispostos a vota no Lula, por exemplo. Isso já apareceu em outras pesquisas. Há, claro, o percentual que acredita que não haverá um julgamento justo, mas é minoritário. O que não quer dizer que as pessoas achem que Lula vai ser impedido de ser candidato se condenado. Isso ainda não está claro para a maioria da população, até porque não há mesmo definição jurídica — diz Moura, professor de estatística aplicada às ciências sociais na Universidade George Washington, na capital americana.

Uma segunda pergunta mediu um dos impactos que o resultado do julgamento terá na eleição presidencial, ainda que a batalha jurídica de Lula pela candidatura continue. Uma maioria ainda mais expressiva, de 63%, declarou que não pretende mudar de voto em função do julgamento. Apenas 15% admitiram que sua escolha pode ser afetada.

Leia também: 

— Isso se explica por dois fatores: é uma resposta comum a lulistas e a antilulistas, ambos não pretendem mudar de voto. Além disso, a maioria do apoiadores do ex-presidente acredita que ele não terá a candidatura barrada — completa Moura.

O instituto perguntou ainda se o entrevistado concordava com a frase de que “eleição sem um ex-presidente, em função de decisão judicial, é fraude?”. Quatro em cada cinco (80%) dos ouvidos respondeu que discorda da frase, contra 8% que disseram concordar.

Uma quarta pergunta mediu o apoio ao PT entre as pessoas ouvidas. Dois terços (65%) responderam que são “desfavoráveis” atualmente a atuação do partido, frente a 16% que apoiam o PT. Outros 19% afirmaram que nem aprovam nem desaprovam.

Por fim, o Ideia Big Data fez duas perguntas dirigidas apenas aos pesquisados que na quarta questão afirmaram ser simpatizantes do PT (16% do universo de duas mil entrevistas).

A ideia era medir a opinião de defensores do partido sobre os próximos passos do ex-presidente e da legenda no caso de uma condenação. Primeiro, foi perguntado sobre o que Lula deve fazer se ficar inelegível. A grande maioria (83%) não soube responder. Entre as opções disponíveis, o apoio ao ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad foi a mais escolhida (6%). Outros 4% preferiram o apoio ao ex-governador da Bahia Jaques Wagner. As demais opções — apoiar Ciro Gomes (PDT), Manuela D’Ávila (PCdoB), Guilherme Boulos (PSOL) ou boicotar a eleição — tiveram 2% ou menos, menos que a margem de erro.

TRANSFERÊNCIA DE VOTOS

Sobre a atitude do PT em caso de condenação de Lula, a maior parte (44%) entre os apoiadores do partido optou por “recorrer e insistir na candidatura”. Outros 38% disseram não saber responder. Apoiar um nome do PT (11%) ou de fora do partido (6%) também foram citados.

— As últimas perguntas mostram que faz sentido a estratégia do PT de anunciar que insistirá até o fim, o que deve ser também fruto de pesquisas próprias. E que nenhum outro nome do partido sensibiliza seu eleitorado no momento. O apoio a Lula é maior que ao PT. Quanto mais longe o Lula conseguir sustentar sua candidatura, quanto mais perto da eleição, maior será sua capacidade de transferir votos para um aliado — completa Maurício Moura.

Veja  também: 






Miguel Caballero
O Globo
Editado por  Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...