sábado, 6 de janeiro de 2018

Convocado, Ciro Gomes não assina manifesto pró-Lula


Imagem: Alan Marques / Folhapress
O ex-ministro e pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, não assinou o manifesto lançado há 17 dias em defesa da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Embora integre o Projeto Brasil Nação –responsável pela iniciativa– e tenha sido convidado pelos organizadores do movimento, Ciro não deu resposta ao ser requisitado.


Cobrado pelo jornal Folha de S. Paulo, Ciro não se manifestou. Outra pré-candidata, a deputada estadual Manuela D'Ávila (PC do B) se prontificou a assinar o manifesto, que já reúne 140 mil assinaturas. Também cotado para a disputa, o coordenador do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) Guilherme Boulos aderiu quando solicitado.

Lançado no dia 19 de dezembro pelo economista Luiz Carlos Bresser Pereira, o diplomata Celso Amorim, o cantor Chico Buarque e os escritores Raduan Nassar e Milton Hatoum, o manifesto "Eleição sem Lula é Fraude" acaba de ganhar a assinatura do cineasta Costa-Gravas, além dos ex-presidentes Pepe Mujica (Uruguai) e Cristina Kirchner (Argentina). Os dois ex-presidentes foram envolvidos em escândalos de corrupção, e a prisão de Cristina Kirchner foi pedida recentemente.

Leia também: 
Gleisi surta porque funcionária do TRF-4 pediu a prisão de Lula nas redes sociais
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...