terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Filho de ministro do STJ que pode julgar habeas corpus de Lula trabalha com Zanin, denunciam jornalistas


O ministro Humberto Martins exerce a presidência do STJ
até depois de amanhã, mas pode ter tempo de julgar o HC de Lula
Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, entrou hoje com um habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ). O habeas corpus foi impetrado antes da publicação da decisão do TRF-4 que condenou o petista a mais de 12 anos de cadeia, e dois dias antes do presidente do STF, que julgaria o caso, voltar de férias. 



Como o presidente do STJ e relator da Lava Jato, Félix Fischer, está de férias, o ministro Humberto Martins pode conceder a liminar para Lula antes do retorno dele. Entretanto, como aponta o site O Antagonista, o  filho de Humberto Martins, o advogado Eduardo Martins,  atua em conjunto com o advogado de Lula, como se vê pelo documento abaixo: 



Segundo o site, "haveria evidente conflito de interesses e exposição negativa para o futuro corregedor do CNJ".

Leia também: 
Sérgio Cabral é denunciado na Lava Jato pela 21ª vez

A revista IstoÉ também apontou a suspeição do ministro:

Acontece que o filho do magistrado, o advogado Eduardo Filipe Alves Martins, é sócio de Cristiano Zanin Martins, o advogado de Lula. Portanto, o ministro Humberto Martins tem de se julgar impedido e ser colocado sob suspeição de despachar esse habeas corpus do ex-presidente petista.
Eduardo Martins é sócio de Cristiano Zanin na defesa de Orlando Santos Diniz, amigo do peito do ex-governador Sérgio Cabral. Diniz foi afastado, por corrupção, pelo STJ da direção do Sistema Sesc/Senac no Rio desde 2014. Depois dessa demissão, Zanin Martins e Eduardo Martins foram contratados por Diniz para auxiliá-los na defesa junto à 3ª Vara Civil do Rio de Janeiro.
Assim, estourou agora em Brasília a possibilidade de mais um escândalo dentro do escândalo: do vice-presidente do STJ, ligado aos advogados de Lula, julgar o habeas corpus do ex-presidente petista. Se ele despachar nesse processo, e, pior, conceder a liminar para Lula, será mais uma aberração, que a sociedade não aceita.

Veja também: 





Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...