quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Sérgio Cabral vira réu pela 21ª vez na Lava Jato


Imagem: Reprodução / Veja
O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB) se tornou réu pela 21ª na Lava Jato. A juíza Caroline Vieira Figueiredo, da 7.ª Vara Federal, do Rio, aceitou a denúncia oferecida ontem, 30, pelo Ministério Público contra o emedebista por mais de 200 atos de lavagem de dinheiro de cerca de R$ 10,2 milhões.


A nova denúncia foi baseada nas operações Calicute, Eficiência e Mascate, desdobramentos Lava Jato no Rio. Caroline Vieira Figueiredo, que está substituindo o juiz Marcelo Bretas, em férias, apontou ‘fortes indícios de autoria e materialidade’.

Leia também: 
Marco Aurélio diz que não vai cobrar Cármen para que paute prisão após 2ª instância

Além de Cabral, mais seis pessoas são acusadas na denúncia: Ary Ferreira da Costa Filho, Sérgio Castro de Oliveira, Gladys Silva Falci de Castro Oliveira, Sonia Ferreira Batista, Jaime Luiz Martons e João do Carmo Monteiro Martins.

De acordo com a denúncia, Cabral liderou a organização criminosa para lavar dinheiro de propina, que atuou entre outubro de 2007 e agosto de 2014. No grupo, Ary Filho e o assessor do ex-governador Sérgio Castro de Oliveira, conhecido como Serjão, eram os operadores financeiros.

Sérgio Cabral já foi condenado em quatro dos 21 processos em que é réu. As penas somam 87 anos de prisão. Atualmente, o ex-governador está preso em Curitiba, para onde foi transferido há cerca de duas semanas.

Veja também: 





Diário do Poder

Editado por Política na Rede 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...