terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Gleisi Hoffmann divulga 'fake news' para atacar Judiciário


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
A senadora Gleisi Hoffmann, no afã de atacar o Judiciário, afirmou que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que condenou Lula em segunda instância, teria gasto R$ 14 milhões em publicidade e comunicação em 2017. A agência de "fact-checking" Lupa conferiu os dados e concluiu que o Tribunal gastou R$ 573,1 mil no período - 24 vezes menos do que a senadora disse. A agência Lupa classificou a afirmação de Gleisi como "exagerada". 



Leia abaixo a explicação da agência: 

EXAGERADO Em 2017, o TRF-4 gastou R$ 573,1 mil em serviços de publicidade. O valor foi levantado pela ONG Contas Abertas e consiste no total de despesas do órgão com “material para divulgação, serviços de comunicação em geral e serviços de publicidade legal”. Procurado para comentar, o PT encaminhou três tabelas extraídas do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi) e explicou que as somou  para alcançar o total citado por Gleisi. Entre elas estavam as rubricas “produções jornalísticas” e “serviços de áudio, vídeo e foto”. O Contas Abertas explicou, no entanto, que ao fazer o cálculo dessa forma, o partido somou várias vezes os mesmos valores. O TRF-4 detalhou os gastos de 2017 com “material para divulgação, serviços de comunicação em geral e serviços de publicidade legal”. O maior deles foi com os Correios (R$ 514,4 mil). O Fundo de Imprensa Nacional recebeu R$ 46 mil, e a empresa RBS, que controla o jornal “Zero Hora”, R$ 7.700. O PT declinou de comentar pela segunda vez.

Leia também: 
Barroso libera ação sobre Indulto de Natal para julgamento no plenário da corte
Apenas 75 dos 513 deputados comparecem à sessão inaugural do Congresso

Veja também: 





Política na Rede 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...