sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Líder do PT ataca presidente do TSE por dizer que vai aplicar a lei da Ficha Limpa


Imagem: Reprodução
Em defesa da candidatura à Presidência da República de Luiz Inácio Lula da Silva, o líder do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), subiu o tom e atacou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux. O petista disse hoje que o ministro quer mudar a regra de inscrição de candidaturas para impedir o lançamento do ex-presidente. "Isso é apequenar o Supremo Tribunal Federal. Isso se chama desvio de finalidade", acusou Pimenta.


Mais cedo, Fux disse que pretende discutir com os colegas da Corte Eleitoral o veto automático a registro de candidatos que se enquadrem na Lei da Ficha Limpa. Durante café da manhã com jornalistas, Fux defendeu a tese de que político ficha-suja não pode nem fazer o registro de candidatura. Fux também afirmou - sem citar casos concretos - que quer debater com os demais ministros do TSE a possibilidade de liminares concedidas por diversas instâncias judiciais permitirem o registro de candidaturas.

Leia também: 

Para Pimenta, o ministro tenta criar "factoides" e faz afirmações fora de sua competência. O líder do PT sugeriu que o ministro dispute eleição para poder fazer leis já que, nas palavras do petista, "não está nas prerrogativas dele mudar o sentido da lei". "Ele deveria ter coragem de concorrer para ter oportunidade de legislar", declarou.

Pimenta disse que a declaração de Fux foi desrespeitosa e que o ministro não pode achar que está "acima da lei". O deputado ainda acusou o ministro de ter engavetado a análise do auxílio-moradia para magistrados por quatro anos e ironizou sua morosidade. "Ou ele é irresponsável ou é muito esquecido", afirmou.

Veja também: 





Daiene Cardoso
O Estado de S.Paulo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...