sábado, 31 de março de 2018

Número de procuradores e juízes que assinaram pedido de prisão após segunda instância triplica em um dia


Imagem ilustrativa: Reprodução / Redes Sociais
Divulgou-se, nesta manhã, que mais de trezentos procuradores e juízes já tinham assinado uma nota técnica a ser enviada ao STF, pedindo a manutenção das prisões após condenação em segunda instância


“Nada justifica que o STF revise o que vem decidindo no sentido de que juridicamente adequado à Constituição da República o início do cumprimento da sanção penal a partir da decisão condenatória de 2ª instância. A mudança da jurisprudência, nesse caso, implicará a liberação de inúmeros condenados, seja por crimes de corrupção, seja por delitos violentos, tais como estupro, roubo, homicídio etc”, afirma o abaixo assinado.

Ao longo do dia, o número de assinaturas disparou, tendo passado de mil no início da noite. 

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...