sexta-feira, 13 de abril de 2018

Aldo Rebelo vai para o Solidariedade e se lança candidato à Presidência


Imagem: Fábio Rodrigues Pozzebom / ABr
O ex-ministro dos governos Lula e Dilma Rousseff Aldo Rebelo será candidato à Presidência da República pelo Solidariedade, partido ao qual filiou-se no último dia 5 de abril.

Rebelo anunciou a saída do PSB por discordar da entrada no partido do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, possível candidato ao Planalto da sigla, que ficou com um vácuo de liderança após a morte do ex-governador Eduardo Campos, durante a campanha presidencial de 2014.

"Aceitei o convite para ser candidato a presidente pelo Solidariedade", disse Rebelo.

Leia também: 

Antes de se filiar ao PSB, Aldo havia passado 40 anos ligado ao PCdoB.

Ontem 12, o presidente do SD, deputado Paulinho da Força (SP), disse que a ideia era lançar a pré-candidatura do ex-ministro e, mais para frente, decidir com quem o partido vai compor na eleição nacional. Paulinho já fez acenos a outros pré-candidatos, como o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“Aldo é uma figura histórica, que pode representar o voto da esquerda mais responsável", disse Paulinho.

Como aliado dos governos petistas, Aldo Rebelo foi presidente da Câmara (2005 a 2007) e ministro de Relações Institucionais (2004 a 2005), dos Esportes (2011 a 2015) e da Ciência e Tecnologia (2015).

Veja também:




Diário do Poder
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...