quarta-feira, 4 de abril de 2018

Gilmar Mendes vota por conceder habeas corpus a Lula e proibir prisões após segunda instância


Imagem: Reprodução / TV Justiça
O ministro Gilmar Mendes, que pediu para antecipar seu voto para viajar, votou pela concessão de habeas corpus a Lula até o julgamento de recursos pelo STJ. Gilmar Mendes não justificou seu voto no caso específico de Lula, tendo usado seu voto para defender o fim das prisões após condenação em segunda instância.


Gilmar Mendes afirmou que mudou de posição por "coerência", tendo em vista que existem prisões injustas. O ministro criticou o funcionamento do Judiciário e chegou a sugerir, de forma irônica, seu fechamento.

Acompanhe o julgamento: 


Leia também: 

Como indica o site jurídico Jota, "se a tese dele (pró-HC, contra prisão em 2ª instância) for vitoriosa, é ele que escreverá o acórdão, com a decisão do tribunal. O primeiro a apresentar a tese vencedora é o redator. Ele seria o 8º a votar".

Veja também:





Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...