quarta-feira, 4 de abril de 2018

Raquel Dodge diz que povo vai duvidar da 'capacidade de o Poder Judiciário agir de modo coerente, justo e isonômico' se STF acabar com prisões em segunda instância


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Em memorial entregue a todos os ministros na véspera do julgamento do habeas corpus de Lula, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apontou os riscos de o Tribunal revisar a decisão que permitiu as prisões após condenação em segunda instância: "Um sistema instável e imprevisível deixaria os jurisdicionados inseguros quanto a seus direitos e deveres, além de incrédulos quanto à capacidade de o Poder Judiciário agir de modo coerente, justo e isonômico".


Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...