sábado, 9 de junho de 2018

Bill Clinton critica insegurança de urnas eletrônicas e pede volta do voto manual nos EUA


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Em entrevista à rede BBC, o ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton,  afirmou que uma das maiores ameaças do mundo moderno é o ciberterrorismo, e sugeriu que os Estados Unidos voltem a adotar votos em cédulas de papel. 


Leia também: 





Na entrevista, Clinton afirmou que os esforços dos EUA contra o ciberterrorismo não são suficientes. Para ele, o ciberterrorismo poderia matar muito mais gente em muito menos tempo do que um ataque nuclear da Coréia do Norte, por exemplo. Ele pede às pessoas que imaginem o que aconteceria se um ataque hacker apagasse todos os arquivos e backups: "registros médicos, contas bancárias, sistemas elétricos poderiam ser destruídos; fingir que isso não é um problema é um imenso erro". 


Clinton diz que, para proteger a democracia, os EUA deveriam retornar às cédulas de papel para suas eleições. O ex-presidente relatou que "na convenção de hackers que é realizada em Las Vegas todos os anos, o governador do estado de Virgínia mandou a urna eletrônica e o hacker precisou de apenas seis minutos para invadi-la. Então, eles fizeram a eleição com cédulas de papel e ninguém reclamou, e a contagem levou o mesmo tempo. Isso deveria ser feito em todos os lugares. Ninguém deveria ter que se preocupar". 


Veja também:




Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...