sexta-feira, 27 de julho de 2018

Em pesquisa XP/Ipespe, Bolsonaro mantém liderança com 10% de vantagem sobre os segundos colocados


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Em pesquisa realizada pelo Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas) entre 23 e 25 de julho, e divulgada pelo jornal Infomoney, o deputado Jair Bolsonaro segue à frente nos cenários válidos para o primeiro turno, com vantagem de no mínimo 10% sobre os outros candidatos. Nas simulações de segundo turno, o deputado fica em empate técnico com Alckmin, Marina Silva e Ciro Gomes, e venceria a disputa contra Fernando Haddad. 


Na pesquisa espontânea, em que se pergunta em quem o eleitor pretende votar, sem apresentar uma lista de candidatos, Bolsonaro fica à frente de Lula: 


xpipespe2707a



Na pesquisa estimulada, em que são apresentados candidatos e o entrevistado escolhe de uma lista, Bolsonaro aparece na liderança em todos os cenários viáveis. 

Leia também: 


Em um cenário em que o PT não apresenta nenhum candidato, Bolsonaro fica em primeiro com 23% e Marina Silva em segundo, com 12%. 

Cenário 1: sem candidato do PT

xpipespe2707b

Em um cenário em que o ex-prefeito Fernando Haddad é apresentado como um candidato comum, não há muita alteração: 

Cenário 2: com Fernando Haddad candidato pelo PT

xpipespe2707c

Quando Haddad é apresentado como "apoiado por Lula", a intenção de voto nele aumenta, levando-o para o segundo lugar, com 12%. Bolsonaro permanece com 22%.  

xpipespe2707e


Leia abaixo a explicação da metodologia utilizada, conforme o Infomoney: 
MetodologiaA pesquisa XP/Ipespe foi feita por telefone, entre os dias 23 e 25 de julho, e ouviu 1.000 entrevistados em todas as regiões do país. Os questionários foram aplicados "ao vivo" por entrevistadores (com aleatoriedade na leitura dos nomes dos candidatos nas perguntas estimuladas) e submetidos a fiscalização posterior em 20% dos casos para verificação das respostas. A amostra representa a totalidade dos eleitores brasileiros com acesso à rede telefônica fixa (na residência ou trabalho) e a telefone celular, sob critérios de estratificação por sexo, idade, nível de escolaridade, renda familiar etc.
O intervalo de confiança é de 95,45%, o que significa que, se o questionário fosse aplicado mais de uma vez no mesmo período e sob mesmas condições, esta seria a chance de o resultado se repetir dentro da margem de erro máxima, estabelecida em 3,2 pontos percentuais. O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pelo código BR-07756/2018 e teve custo de R$ 30.000,00.
Veja também:





Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...