sexta-feira, 27 de julho de 2018

Esquadrão de bombas é acionado por ameaça de explosivo no Palácio do Planalto


Imagem: Sergio Lima / Folhapress
O esquadrão de bombas de Brasília foi acionado na noite desta quinta-feira (26) por causa da suspeita de um explosivo em frente ao Palácio do Planalto.

O chamado foi feito após uma mala ter sido abandonada na entrada principal da sede administrativa da Presidência da República, próxima a um ponto de ônibus.

Segundo a segurança presidencial, que acionou a Polícia Militar, o objeto foi deixado por volta das 18h. Após uma hora de operação, concluiu-se que não havia explosivo na mala.

Leia também: 

Em seu interior, foram encontradas apenas roupas de adultos e uma manta de criança. De acordo com a Polícia Militar, o dono do objeto o esqueceu a caminho do aeroporto.

"Segundo o que nos foi passado, parece que tinha um cidadão esperando um Uber e deixou a mala. Depois, o motorista voltou sozinho. Como ele não era o proprietário da mala, foi a negada a posse", explicou o sargento da Polícia Militar Pedro Henrique Fernandes.

Por questão de segurança, o Corpo de Bombeiros interditou durante a operação o Eixo Monumental nos arredores da Praça dos Três Poderes.

Um robô foi utilizado para a identificação inicial, com um sensor de metais, para averiguar se havia explosivos dentro do objeto. A mala foi levada para uma delegacia de polícia para ser recuperada pelo dono.

Não é a primeira vez que uma mala suspeita é abandonada na área do Palácio do Planalto. Um objeto semelhante foi deixado em 2015 e também só havia roupas em seu interior.

Veja também:





Gustavo Uribe
Folha de S. Paulo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...