segunda-feira, 23 de julho de 2018

Paulo Roberto Costa será testemunha de acusação em processo que investiga Collor


Imagem: Vagner Rosario / Futura Press
O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa será ouvido no início de agosto como testemunha de acusação em ação que investiga o senador Fernando Collor de Melo (PTC-AL) pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e comando de organização criminosa.

Paulo Roberto Costa foi indicado pelo Ministério Público Federal para ser ouvido no caso. Inicialmente, ele iria depor de forma presencial, mas ficou decidido que a oitiva será por meio de videoconferência, na 9ª Vara Federal do Rio de Janeiro.

Leia também: 


Os advogados de Costa encaminharam documento à Justiça na semana passada pedindo que outro depoimento, no qual ele é testemunha de defesa de executivos de um grupo de engenharia, também acontecesse via videoconferência, por causa da “grave dificuldade econômica em que toda a família se encontra”.

No caso relacionado a Collor, o ex-presidente é suspeito de pedir e receber, entre os anos de 2010 e 2014, mais de R$ 30 milhões em três negócios envolvendo a BR Distribuidora, que tinha dois diretores indicados pelo senador na época em que os crimes teriam sido cometidos.

O senador nega que tenha cometido alguma irregularidade.

Além de Collor, são investigados Pedro Paulo Bergamashi, considerado operador do senador, e Luís Pereira Duarte, apontado como recebedor de propina para Collor.

Veja também:





Matheus Leitão 
G1
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...