quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Alckmin muda tática e agora vai 'bater' no PT


Imagem: Dida Sampaio / Estadão
A campanha do presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) quer intensificar os movimentos para atrair o eleitorado de Jair Bolsonaro (PSL) sem atacá-lo diretamente. A saída é vender a ideia de que votar em Bolsonaro pode ajudar a eleger o candidato do PT. Isso porque no segundo turno seriam “todos” contra Bolsonaro. A aposta é que o discurso do voto útil pode atrair os eleitores antipetistas do capitão reformado. A proposta de atacar o PT e não Bolsonaro é defendida na campanha tucana por aliados políticos e também por empresários.

Leia também: 

Aliados de Alckmin pressionam a campanha do tucano a realçar na propaganda eleitoral de rádio e TV que ele, assim como Bolsonaro, também tem um perfil de gestor com autoridade para tomar decisões firmes.

Com 5% na pesquisa Estadão/Ibope, no cenário sem Lula, Alckmin tem recebido conselhos de deputados federais que, em campanha pela reeleição, conversam diariamente com o eleitor e pedem por mudanças nas políticas públicas.

Veja também:




Coluna do Estadão
O Estado de S. Paulo
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...