segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Amoêdo encosta em Ciro em pesquisa do BTG; Bolsonaro lidera em cenário sem Lula


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Mesmo preso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) continua liderando as pesquisas de intenção de votos nos cenários em que é apresentado como candidato, de acordo com um novo levantamento produzido pelo banco de investimentos BTG Pactual e divulgado nesta segunda-feira (27).


A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como BR-06062/2018, e tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 2 mil eleitores por telefone nos dias 25 e 26 de agosto.

Leia também: 

Nas respostas espontâneas, Lula é citado por 26% dos entrevistados; no cenário estimulado (quando os nomes dos candidatos são apresentados), ele chega a 35% das intenções de voto.

O segundo colocado da lista, o deputado Jair Bolsonaro (PSL), é citado por 19% das pessoas no levantamento espontâneo, por 22% no cenário com Lula, e lidera com 24% das intenções de voto no cenário sem Lula.

A surpresa da pesquisa fica por conta do banqueiro João Amoêdo (Novo): no levantamento espontâneo, ele aparece como terceiro nome mais citado, com 3% das intenções de voto, à frente de Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) e Geraldo Alckmin (PSDB), que têm, cada um, 2% das respostas na pesquisa (a diferença ainda está dentro da margem de erro).

No cenário estimulado e com Lula, Amoêdo tem 4% das intenções de voto, atrás de Marina Silva (9%), mas encostado, dentro da margem de erro, em Geraldo Alckmin (6%) e Ciro Gomes (5%).

Sem Lula no páreo, a intenção de voto em Marina Silva sobe para 15%; em Alckmin, para 9%; em Ciro, 8%.

Fernando Haddad, provável substituto de Lula caso ele não possa concorrer, passa para 5% e João Amoêdo mantém seus 4%.

Transferência de votos de Lula

O ex-presidente Lula está preso desde abril após condenação em segunda instância no caso do tríplex no Guarujá. Como é pouco provável que ele vá participar das eleições, embora continue liderando as pesquisas, é importante saber para onde migram os seus votos quando ele sair da disputa.

Segundo o levantamento do BTG, 17% dos eleitores de Lula migram para Marina Silva; outros 12%, para Fernando Haddad; e fatias iguais de 9% se distribuem entre Jair Bolsonaro, Ciro Gomes e Geraldo Alckmin.

A grande maioria, porém, passa a responder que não votaria em nenhum dos candidatos (25%). Outros 8% dizem que votam branco ou nulo, e 5% afirmam que não sabem.

Veja também:




Luiza Calegari
Exame
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...