quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Fábio Assunção proíbe filho de atuar em filme de Danilo Gentili e o chama de 'mau exemplo'

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O contrato já estava assinado e a participação de João Assunção, de 14 anos, era certa no filme “Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola”, que tem Danilo Gentili e Carlos Villagran, o Quico do seriado “Chaves”, no elenco principal.

Câmara adia votação da PEC da reforma política

Imagem: Reprodução / TV Câmara
A Câmara dos Deputados iniciou nesta quarta-feira (16) a discussão sobre a proposta de reforma política, mas, uma hora e 20 minutos depois, a sessão foi encerrada e a votação, adiada. Segundo o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), havia o risco de não ter quórum suficiente para aprovar as medidas e, por isso, ele decidiu adiar a votação para a próxima terça (22).

Câmara encerra discussão da 'reforma política'; acompanhe

Imagem: Reprodução / TV Câmara
A Câmara aprovou requerimento para encerrar a discussão do projeto de "reforma política" relatado pelo deputado Vicente Cândido, do PT, que cria um fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas, estabelece o sistema de "distritão" para as próximas eleições e permite doações ocultas. O relator se comprometeu a apresentar emendas alterando o texto e reduzindo o "fundão", mas não há detalhes de como isso se dará. 

Relator recua e retira doação oculta do texto da reforma política

Imagem: Dida Sampaio / Estadão
Em um novo recuo, o relator da reforma política na Câmara, deputado Vicente Cândido (PT-SP), anunciou na noite desta quarta-feira, 16, que vai retirar do texto a possibilidade de manter oculto o nome dos doadores de campanha.

Assista ao vivo à sessão da Câmara que pode aprovar fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas

Imagem: Reprodução / TV Câmara
A Câmara debate agora o projeto do relator Vicente Cândido, do PT, que cria o fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas eleitorais, adota o sistema de "distritão" e cria a figura de "doadores ocultos". 

Marco Aurélio quer pôr na pauta do STF debate de prisão 2ª em instância

Imagem: Reprodução
O ministro Marco Aurélio Mello afirmou nesta quarta-feira (16/8) que pretende retomar no plenário do Supremo Tribunal Federal a discussão sobre a execução da prisão após condenação em 2ª instância. Marco Aurélio é relator das Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADCs) 43 e 44. que definiram o último entendimento do tribunal sobre a questão, em outubro do ano passado.

Caravana de Lula no Nordeste já enfrenta percalços antes de começar

Imagem: Ricardo Stuckert
A agenda da viagem do ex-presidente Lula pelo Nordeste incluirá o encontro com um reitor que foi ameaçado, uma honraria que está sendo contestada na Justiça e a entrega de um título de cidadão proposto há duas décadas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...